Prefeitura participou de reunião ao lado da Defensoria Pública da União (DPU), com intuito de atender vítimas e familiares do movimento 11 de dezembro

Início Prefeitura participou de reunião ao lado da Defensoria Pública da União (DPU), com intuito de atender vítimas e familiares do movimento 11 de dezembro

A Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Jesus participou, nesta sexta-feira (28), na praça Céus, de uma reunião, requerida pela comissão do movimento 11 de dezembro e pela Defensoria Pública da União (DPU), com o intuito de realizar a abertura da ação que será executada pela DPU no município, com o objetivo de atender as vítimas e familiares das vítimas do caso “Empregados da Fábrica de Fogos de Santo Antônio de Jesus e seus familiares vs. Brasil”.

Participaram da solenidade o prefeito Genival Deolino, a presidente do movimento 11 de dezembro Maria Balbina, junto com a comissão do movimento e a filha da primeira presidente do movimento, Rosa Rocha, a secretária de assistência social Andressa Moese, a secretária de cultura Silvia Brito, o defensor público federal Dr. Murilo, a secretária de contingências internacionais Dra. Roberta, o defensor público federal Dr. Vladmir Correia, a defensora pública federal Dra. Fabiana Galera Severo, o advogado da justiça global Eduardo Baker e a coordenadora d

o CRAS quilombola Rosemary de Oliveira.

Atuante em prol da causa do coletivo 11 de dezembro, o prefeito, Genival Deolino, fez questão de reforçar o seu compromisso. “Estamos reunidos mais uma vez para que possamos corrigir um pouco dos erros cometidos no passado. Eu faço questão de estar presente pois, como gestor o meu principal intuito é que uma tragédia dessa nunca mais aconteça no nosso município. Para isso estamos lutando para gerar empregos dignos para a nossa população e garantindo que as nossas crianças estejam na escola, que é o lugar delas. Contem sempre com a minha ajuda nesse processo, estou ao lado de vocês”, discursou o prefeito.

A atual gestão do executivo municipal sempre fez questão de deixar claro que segue de perto o caso das vítimas e familiares da tragédia de 11 de dezembro, e reforça o seu compromisso em estar ao lado do movimento na caminhada para que todos os pontos da sentença sejam cumpridos.

Ascom PMSAJ

Compartilhar